Criminosos explodem caixa eletrônico em Carnaubais, PM sozinho reage ao roubo e atira nos bandidos

28/05/2014 14:24

Agência do Bradesco foi explodida nesta quarta (28) em Carnaubais, RN. Cabo Hércules Chacon diz que foi o único a trocar tiros com os criminosos.

 

 
Na madrugada de hoje, 28 de maio, por volta das 02:30hs a população da cidade de Carnaubais/RN acordou com um grande barulho vindo do único banco da cidade, bandidos fortemente armados invadiram a cidade e detonaram o Bradesco explodindo a agência e levando uma certa quantia em dinheiro dos  caixas eletrônicos.

Segundo informações de populares dão conta de que dois veículos se envolveram nesta ação criminosa, trata-se de uma caminhonete e um clio(versão essa a ser confirmada).
O comandante do destacamento de Carnaubais, Cabo Chacon, mesmo cirurgiado saiu na tentativa de evitar o ato, dando início uma intensa troca de tiros no local.

Um veículo de um popular que estava em frente ao banco foi metralhado pelo bando.
O reforço foi enviado a cidade e o Cabo Chacon saiu em diligências pelas vilas de Serra do Mel onde possivelmente os bandidos fugiram.

O GTO de Assu, Força Tática, NORE, Polícia Militar de Pendências e Alto do Rodrigues também realizaram diligências, mas não conseguiram localizar os criminosos.

'Pena que errei', diz PM que enfrentou sozinho quadrilha que explodiu banco

 

"Escutei os tiros e fui lá para ajudar meus companheiros, mas quando cheguei vi que estava sozinho. Então atirei para acertar, mas foi uma pena que errei". O depoimento é do cabo da Polícia Militar Hércules Chacon, comandante do policiamento militar no município de Carnaubais, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Mesmo de licença médica, o policial foi o primeiro a chegar até a agência do Bradesco - que foi alvo de uma explosão na madrugada desta quarta-feira (28). O policial havia quebrado a perna há poucos dias e, mesmo usando muletas por ordem médica, saiu de casa e pulou os muros da vizinhança para tentar impedir a ação da quadrilha.

Chacon contou ao G1 que acordou com o barulho da explosão. Em seguida, ouviu vários tiros. "Foram muitos disparos. Eu moro próximo à agência. Saí daqui pulando os muros e subindo nos telhados dos vizinhos até chegar aos Correios, que fica próximo ao banco. Quando cheguei, não vi nenhum policial. Então comecei a atirar para tentar retardar a ação deles até a chegada do reforço", disse o cabo.

Ainda de acordo com o policial, os criminosos não o viram. "Eles não sabiam de onde eu estava atirando e não sabiam para onde revidar. Eles atiraram pra todos os lados. Estavam em duas caminhonetes e uma carro de passeio. O objetivo era tirar a atenção deles para dar tempo do efetivo policial chegar ao local. Mas atirei pra acertar. Uma pena que errei e eles conseguiram fugir antes da chegada dos colegas", lamentou. "Aqui na cidade nós somos quatro PMs. Os colegas vieram também, mas quando os outros três chegaram a quadrilha já tinha fugido", acrescentou.


Bravura e promoção
 

Esse não foi a primeira vez que o policial militar teve de agir sozinho. Em 2003, Chacon impediu um assalto a um supermercado no município de Porto do Mangue. Na ocasião, cinco homens tentavam assaltar o local e chegaram a fazer reféns. À época, Chacon era soldado. Ele foi baleado na clavícula e nas pernas, mas conseguiu ferir três dos cinco suspeitos. Cinco deles foram presos. "Acertei três dos cinco que conseguimos prender. Infelizmente quatorze pessoas foram feridas pelo bando, mas o mais importante é que nenhuma delas morreu e que conseguimos impedir o assalto", relembrou.

A atitude do soldado rendeu uma promoção. Segundo o Coronel Lenildo Sena, subcomandante da policiamento militar no interior do estado, Chacon foi condecorado por bravura e promovido a Cabo.

 

Para Chacon, a atitude que tomou nesta madrugada foi algo normal. "Para mim foi normal. Fiz o que qualquer policial faria. Sei que estou com esse problema, tendo que andar de muletas, mas senti que precisava ajudar meus companheiros. Só fico chateado por não ter segurado eles a tempo da equipe chegar", afirmou.


Fonte da matéria: focoelho e G1/RN

 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!